Lamas Brew Club

o Clube para cervejeiros caseiros Veja mais »

Lamas Brew Tool

O APP do Cervejeiro Caseiro Veja mais »

Fichários Lamas

Suas receitas, bem guardadas Veja mais »

maltes The Swaen

A alma que sua cerveja precisava Veja mais »

Lúpulo Na Veia

Primeiro Kit Single Hop do Brasil, experimente.... Veja mais »

 

Category Archives: outros

Encontro Aberto da Acerva Paulista – Ribeirão Preto

Parte das nossas queridas cervejas artesanais
Pois é, mais um final de semana que ficou para a história dos cervejeiros artesanais de São Paulo. Foram dois dias mais que proveitosos, foram FENOMENAIS. Novos amigos, antigos amigos, dicas e mais dicas, lugares ótimos e sobre tudo, muito mais muita cerveja. Toda a receptividade dos novos amigos de Ribeirão Preto foi um capítulo a parte. O Marcelo e a Gabi do Empório Biergarten são pessoas maravilhosas que nos receberam como se fossemos amigos há anos…agora serão :). O Ricardo Nikima, Marcos, Magrão e todos da Colorado pelo excelente churrasco na fábrica (isso mesmo gente, fizemos um churrasco na Cervejaria Colorado, lá dentro 🙂 choppe infinito e direto da fonte), nos receberam como se fossem na casa deles, super 10 essa turma da Colorado e o Marcos ainda nos aguentou a noite no Cervejarium.
O roteiro cervejeiro em Ribeirão Preto foi o seguinte: No sábado cedo os Lamas rumaram de Campinas para Ribeirão Preto, para aquele que seria um final de semana histórico. O encontro aberto foi no Mercadão da Cidade, lugar muito agradável e com tantas opções de cerveja que é de dar inveja até em gringo. Mais precisamente no Empório Biergarten. 
Lá ficamos até acabar com as “””poucas””” cervejas disponíveis. As que consigo lembrar foram: a DunkelWeizen do Hugo da BackYard , muito boa. O Edwar da Conscerva mandou muito bem na sua Imperial Stout . O Magno partiu pra ignorância e trouxe pra lá de 5 tipos de cerveja as Magnus Prime Beer, todas super saborosas. Até Afonso da Turma da Cerveja estava com sua produção lá pra marcar presença. O Márcio e sua esposa ultra simpáticos, de Vargem Grande Paulista, estavam lá com várias cervejas e em especial um bock maravilhosa e também algumas com Cravo e gengibre. Fábio do Atelier da Cerveja e sua digníssima com uma cerveja super frutada . Boto, Alex, Fulvio (não conhecemos ele ainda, mas sempre tem cerveja dele no encontro), até um sócio novo, o Renato, com sua novissima cerveja apareceram de Mogi diretamente para Ribeirão…ou seja, era muita cerveja! E sobre tudo, pessoas maravilhosas.
 
Empório Biergarten, nossos anfitriões de sábado

 
Lamas em Ribeirão : Elso, Chico e David. Início das atividades cervejeiras

 
Só gente bacana e muito cerveja. Olha a alegria com o copo na mão
 
Mesa de Bar com os cervejeiros de plantão. Nossos peso pesados , grande Magnus e o nosso Boto ao fundo!

Chico na conversa com a galera da Acervinha de Ribeirão
 

No Biergarten. Gabi, Fabio do Atelier da Cerveja e Hugo da BackYard (fez juz ao seu nome do fim da noite 🙂 ) 
 Já se passavam das 19:00 e de lá partimos para a Vila Dionísio, um Pub sensacional. Pub mesmo. Com direito a 11 cervejas on tap, direto da bica! E um belo telão para ver o show que o Brasil deu na Argentina… Foram vários e vários pints com direito a sinuca…bom, é melhor continuarmos fazendo cerveja, pq de sinuca nenhum de nós entende muito 🙂

 
Vila Dionísio. Um Pub no interior do Brasil. Sensacional

 
Afonso e Magno na sinuca….eles resolveram jogar só pra fazer a gente rir, e rir muito 🙂 . Ao fundo Elso, Chico e Cristoph só admirando

 
Magno, o Ás do taco. Conselho dos Lamas : Continue fazendo cerveja.
Acerva Paulista dominando a Vila Dionisio. Phill e seu inseparável pint.

David, Everton(o nosso Boto) e Chico. Hora? Não fazemos idéia.

Sabádo chegava ao fim, na realidade já era domingo e em pouco horas estaríamos na dura tarefa de ir a um churrasco na fábrica da Colorado.
As 13:00 do domingo estavamos já na porta da Colorado para o tão esperado churrasco. Foi uma tarde fenomenal. Nikima mostrou toda a fábrica para nós e foi um excelente anfitrião (com filho recém nascido e ele lá nos aturando a tarde toda). Foi super bacana ver onde nascem as tão queridas Appia, Cauim e as nossas preferidas Demoiselle e Indica (aliás a Indica mudou e mudou para melhor, esta mais lupulada), e o churrasco rolando solto do lado de fora.  Além do Nikima, estavam lá o Marcos e o Magrão que não aceitaram nenhum suborno nosso para abrir ao menos uma Black Rapadura a Vintage da Colorado que esta só aguardando os amigos do Ministério da Agricultura liberarem o registro. E olha que a pressão foi grande, só faltou o Magrão sentar nos pallets…agora vamos esperar ainda mais anciosos pelo lançamento.
 
Magno, David, Elso e Chico. Olha a cara felicidade de mais um dia de “trabalho”
Olha o Phill e seu pint 🙂 
 
Tanques de Fermentação e ao fundo (em cima do mudo) as famosas rapaduras da Indica
 
Cozinha da Colorado. É aqui que a mágica acontece
 
Lamas na Colorado. Um dia teremos uma dessas na Lamas Bier
 
Aqui as colorados nascendo
 
Airlock. Fermentação a toda!!!
 
Olha elas ai ao fundo, um pallet de black rapadura, a famosa Vintage da Colorado. Cerveja de guarda “aguardando a liberação”. Eu e o Boto só na vontade 🙂

Depois do excelente churrasco partimos para o Bar Cervejarium, da própria Colorado mas que além das próprias cerjevas possuem uma carta de cervejas invejaveis. E lá estava o Marcos da Colorado, nos aguentando novamente :). Foi uma noite agradabilíssima, mas devido ao nosso estado depois de toda a maratona não temos muitas fotos.

 Última parada do tour cervejeiro em Ribeirão Preto

Bom, foi um final de semana memorável e que venha o próxima encontro.

Cheers!!!!!!!!

Mais fotos :

Picasa Lama Elso
Picasa Lamas
Flickr do Marcelo do Biergarten
Notícias em outros blogs:
Emporio Biergarten
Brejas
Conscerva
Atelier da Cerveja

McDuff

Encontro da Acerva Paulista

Os sobreviventes do encontro.Fotos: Mauricio, Brejas
Um lindo sábado…céu azul, sol e muita, mas muita cerveja Artesanal. Sem dúvida um sábado para ficar na história dos cervejeiros artesanais de SP. Esse foi o Encontro de sócios da Associação dos Cervejeiros Artesanais Paulistas , o maior realizado pela Acerva. Estavámos em mais de 40, e conhecer essa turma pessoalmente foi um prazer muito grande para os Lamas. E mais, para nós a honra foi maior ainda, pois o encontro foi na nossa “sede social”. Uma coincidencia interessante é que neste dia, 40 anos atrás (15/08/1969), comecava em Bethel o Festival de Woodstock . Esse festival tinha muita lama….
Trocamos muitas idéias, experiências e fizemos um bocado de novos amigos. Gostáriamos de citar todos aqui, mas vamos cometer alguma injustiça esquendo alguem, entao vamos deixar as fotos falarem por nós:) .Além dos amigos da Acerva, o pessoal do Brejas apareceu em peso para prestigiar o evento, deu pra perceber que essa parceria vai ser muito frutífera para a Acerva. E para os Lamas surgiu uma idéia legal, não sei de quem partiu a idéia (tem cara de ser do pessoal do Brejas ) mas vamos instituir no Bar do Italiano as nossas Missas, oficialmente, vai ser um dia para encontro e troca de idéias cervejeiras, regada com muitas Lamas Bier, torcer para vingar a idéia.
Só para terem uma idéia da quantidade de cervejas que apareceram no encontro, segue uma lista “parcial” :
A lista de cervejas presentes:
1. Weiss Beer com especiarias (Lamas Bier, Lavoro II)
2. Brown Ale (Marcus)
3. Light Ale (Blond) (Hugo G. Rocha)
4. Belgian Gold Strong Ale (Hugo G.. Rocha)
5. Witbier (Alex)
6. APA (Lamas Bier, Mud)
7. Stout (Lamas Bier, Revolution 32)
8. American Brown Ale (Rodrigo Brasil)
9. Stout (Everton S. Estracanholli)
10. Cerveja do Fulvio, levada pelo Philip informalmente conhecida”Vanish Beer”
11. Brown Ale (João F. Neri)
12. Imperial IPA (Guilherme A. de Santi)
13. Brown Porter (Guilherme A. de Santi)
14. Magnus Prime Beer Stout (Magno)
15. Magnus Prime Beer Ale (Magno)
16. Magnus Prime Beer Trigo (Magno)
17. Magnus Prime Beer Bock (Magno)
18. IPA (Lamas Bier, Revival)
19. Pale Ale (Lamas Bier, Porcaria)
20. Brown Ale (Philip)

E a lista de cervejas comerciais (micro-cervejarias):
1. Colorado Indica IPA (gentilmente “cedida” pelo Marcelo da Colorado)
2. Fritz Dunkel

Nem vimos a hora passar e quando percebemos , acordamos hoje :). Por incrível que parece ninguem caiu na piscina, mas o Phillip viu alguns cairem foram dela :). Nós dos Lamas, gostáriamos de parabenizar a Acerva pelo empenho e garra que estão levando a divulgação da cerveja artesanal, em especial ao Guilherme, Alex, Phillip e Magno. Podem contar conosco no que precisarem e continuem com essa garra. Ontem foi a prova que o movimento cervejeiro esta em pleno crescimento e que São Paulo é uma das referências.

Esses são os Lamas Cervejeiros – Elso, David, Amir, Chico e Rogério. Fotos: Mauricio, Brejas
Uma panorâmica do pessoal

Parte das cervejas em 6 chopeiras – Ricardo do Brejas na Stout!

Mais cerveja – Um McDuff Bier provando uma Lamas Bier

Parte das estrelas do dia

Porque somos Lamas? Olha ai o motivo

Pai orgulhoso segurando a filha: David e a Lamas Revolution 32. Fotos: Mauricio, Brejas

Galera de São Carlos, em breve os Lamas vão fazer uma visita na fábrica do Éverton.

Phil e os figuraças da McDuff Bier.

Mauricio do Brejas e Rogério e Chico da Lamas Bier.

Mauricio entre David e Chico da Lamas Bier

Completando a turma do Brejas, Menke, Ricardo e Daniel.

Só figurões da cerveja artesanal. Alex com dois copos na mão, esse é o espírito. Rodrigo Brasil, Alexandre Sigolo e dignissima

Lamas e convidados

Jurados do Campeonato Interno no trabalho. A Brown Ale do Phill levou, mas a McDuff não deixou a desejar não. Uma coisa é certa : No campeonato do Rio a Acerva Paulista vai bem representada.

Vem ai a Female Paulista 🙂.Fotos: Mauricio, Brejas

Agora é esperar o encontro de Ribeirão Preto, os Lamas estarão presente.

Mais fotos (quem tiver mais fotos nos envie que colocamos aqui) em :

1) Picasa – Os Lamas
2) no Brejas
3) Picassa – Rodrigo Brasil (McDuff)

Notícias:
1) Brejas
2) McDuff Bier
3) Atelier da Cerveja

Densidade (FG) das "comerciais"

Nossa Lama Lager não ficou 100% porque achamos ela um tanto quanto adocicada. Achamos que foi o pouco tempo de fermetação e temperatura muito abaixo do recomendado para o fermento. Na época não tinhamos densimetro. Mas agora sim. Resolvemos medir a “FG (final gravity)” dela mas de uma forma não usual… após pronta. Não sabemos até que ponto é válido mas deu 1.024. Como na geladeria tinha uma brahma medimos também e deu 1.012 e da Bohemia deu 1.010.
Alguem já fez essas medidas? Esta correto isso?

bohemia      logoChoppDaBrahma

O nascimento de uma nova marca

Depois de um fim de semana de muito trabalho, o marca da nossa cerveja foi criada. Seu inventor : Chico Paulo 🙂

Para cara tipo, uma variação desse logo será usada. Mas a base é essa ai. Apesar do “pilsen lager”, mas da próxima ele corrige 🙂
Ficou legal Chico 🙂 .

O logotipo da Cerveja Lama

Não podemos fazer cerveja sem ter um logotipo para ela. Pois bem, temporariamente temos um, esse ai embaixo. Os lamas irão bolar algo que possa substituir ou não esse ai…na realidade, na última reunião extraordianaria ficou decidido que isso cabe aos membros sub-ortegas, mas pensamos bem e achamos que a coisa ia ficar “favela” demais. Assim sendo nomeamos o lama Davi (membro ordinário) que esta encarregado de substituir esse ai. Mas  por hora, nosso logo remete a lembranças dos tempos de “lamaçal roots”.
logo_cerveja